Formação do clima organizacional



  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Metodologia e objetivos
  4. Clima organizacional
  5. Estilos de liderança
  6. Inteligência emocional
  7. Liderança, inteligência emocional e cultura organizacional
  8. Conclusão
  9. Referências bibliográficas
  10. Glossário
  11. Anexos

Contribuições da inteligência emocional da liderança para a formação do clima organizacional

RESUMO

Este trabalho apresenta um estudo sobre os efeitos que a liderança dotada de inteligência emocional pode proporcionar na formação de um clima organizacional, que influencia profundamente na satisfação das pessoas e conseqüentemente na produtividade da empresa. Nos últimos anos, o tema liderança tem sido alvo de muitas pesquisas e o seu exercício, acompanhado da inteligência emocional, resulta num líder eficaz e na produção de resultados positivos.

Neste contexto, conceitua-se organização e descreve-se a subjetividade humana como um fator complexo e potente, que permeia as relações na empresa e inspira o grupo como um todo. A metodologia utilizada consiste em pesquisas bibliográficas de forma categórico-dedutiva. O objetivo é identificar e compreender o impacto mensurável da liderança, executada com as habilidades da inteligência emocional, sobre o clima organizacional e seus resultados para a empresa. Este retrata o grau de satisfação material e emocional das pessoas e a qualidade do ambiente interno de uma organização. Discorre sobre os seis estilos de liderança: o coercivo, o confiável, o agregador, o democrático, o agressivo e o conselheiro. Estes consistentemente resultam positiva ou negativamente nas percepções que os colaboradores dispõem da ambiência de trabalho. São enfatizadas ainda, a relevância do uso de muitos estilos entre os citados e que as capacidades e os componentes da inteligência emocional são condição sine qua nom para dirigir a nós mesmos e nossos relacionamentos de maneira eficiente. Se comparado com a cultura organizacional, o clima é mais fácil de ser percebido e pode ser administrado a curto e a médio prazos.

Conclui que as empresas buscam líderes estratégicos, assertivos e colaboradores, que tomem decisões justas e tenham atitudes corretas. Finalizando são exemplificados os modos de ação dos líderes, os estilos definidos em uma frase, as competências necessárias para o exercício da inteligência emocional, quando os estilos funcionam melhor e os respectivos impactos no clima da empresa. Em última análise, com o advento da globalização as organizações precisam cada vez mais ser competitivas. Para que estas vençam nesse cenário tão complexo, é preciso que aqueles que desempenham o papel de líderes estejam dotados de capacidades, habilidades e atitudes que se traduzam no desempenho, na motivação, na satisfação no trabalho e na alteridade.

- Palavras-chaves:

  • Liderança
  • Inteligência Emocional
  • Estilos
  • Cultura organizacional
  • Clima organizacional

ABSTRACT

This essay presents a study about the effects that the leadership endowed with emotional intelligence can have on the construction of an organizational climate, which deeply influences on the satisfaction of the people and consequently on the productivity of the company. In recent years, the leadership issue has been the aim of many researches and its exercise, accompanied by emotional intelligence, results in an efficient leader and in the production of positive results.

In this context, it appraises organization and describes the human subjectivity as a powerful and complex factor that permeates the relations inside the company and inspires the group as a whole. The methodology consists of bibliographical researches in categorical-deductive way. The objective is to identify and to understand the measurable impact of the leadership, performed with the abilities of the emotional intelligence, on the organizational climate and its results for the company. It portrays the degree of emotional and material satisfaction of the people and the quality of the internal environment of an organization. It discourses on six styles of leadership: the coercive one, the trustworthy one, the aggregative one, the democratic one, the aggressive one and the counselor. These consistently result positively or negatively in the perceptions that the collaborators have about the work ambience. They are also emphasized, the relevance of the use of several styles among the mentioned ones and that the capacities and the components of the emotional intelligence are a sine qua nom condition in order to direct ourselves and our relationships in an effective way. If it is compared with the organizational culture, the climate is easier to be perceived and it can be managed in the short and medium terms.

It concludes that companies look for strategical, assertive and collaborative leaders who make fair decisions and have correct attitudes. Finally, the leaders’ action ways are exemplified, the styles are defined in a phrase, the abilities required for the exercise of the emotional intelligence, when the styles work better and their impacts on the climate of the company.

In the last analysis, with the globalization, organizations have to be even more competitive. In order for them to be succeed in this very complex scene, those who play the role of leaders need to be endowed with capacities, abilities and attitudes that are translated in the performance, in the motivation, in the satisfaction at work and in the alterity.

- Key words:

  • Leadership
  • Emotional Intelligence
  • Styles
  • Organizational Culture
  • Organizational Climate.

Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.